Sábado, 28 de Fevereiro de 2004

COM O DEVIDO RESPEITO

Confesso o meu culto de mistério para com as Irmãs da Caridade. Não sei porquê (ou se calhar sei bem demais) acho-as, na maior parte dos casos, atractivos entes de sensualidade contida e apetitosa.

Respeito-lhes a opção e a missão. Embora admita que, em alguns (ou muitos?) casos se tratam de mulheres desperdiçadas ou constrangidas.

Não sendo religioso, gosto delas. Sobretudo pela força tremenda das suas fragilidades. E porque a renúncia me merece o maior respeito.

Não é fácil captar o mistério da opção de se ser Freira. Se calhar fala a costela barreirense, mas eu entendo que Mestre Augusto Cabrita as “viu” como poucos.


26fotg[1].jpg
publicado por João Tunes às 00:06
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. ESPANHA – GUERRA CIVIL

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (1...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (2...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (3...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (4...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (5...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (6...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (7...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (8...

.arquivos

. Setembro 2007

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds