Segunda-feira, 1 de Março de 2004

SOPA DA PANELA

paneleiras[1].jpg


Há cada coincidência. Tinha eu acabado de improvisar a feitura de uma banal sopa de legumes por falta de inspiração culinária e para remediar faltas durante a semana. Estava não só desinspirado, como tinha falta de géneros e a disposição não era a mais esfusiante. Saiu assim-assim. Serve, lá isso serve. Faltaram-me clientes (a melhor resposta que tive foi a promessa de que amanhã se dispõem a prová-la). Comi eu um prato para a frustação não ser absoluta. Saborosa qb. Já saiu melhor e já saiu pior.

Eis senão quando espreito os blogues e dou com o Alentejanando a gabar-se da sua Sopa da Panela. Tivesse eu espreitado uma horita antes e era por aqui que eu me aviava. Fica para a próxima. Roubada está a receita para quem a há-de fazer.


"Sopa da Panela:


½ kg de carne de vaca

½ kg de carne de borrego

½ galinha ou ½ kg de peru

120 gr de toucinho de porco preto

1 linguiça pequena

2 dentes de alho

1 cebola

1 colher de chá de massa de pimentão

1 folha de louro

1 raminho de salsa

1 ramo de hortelã

sal

pão duro cortado aos cubos


Numa panela introduza as carnes frescas e a linguiça, a cebola e a salsa, o alho, a massa de pimentão e o louro. Acrescente água bastante para o caldo e salgue levemente. Ponha a cozer em lume médio. Quando as carnes estiverem mais para o cozido, corrija novamente o sal. Deixe cozer completamente e retire a cebola, o alho e a salsa do cozinhado.


Numa terrina, deponha a hortelã no fundo e por cima o pão cortado aos cubos. Deite o caldo onde cozeram as carnes por cima das sopas. Corte as carnes e sirva em travessa à parte.


A sopa da panela tem um odor e um sabor capaz de erguer um moribundo. E se por ventura se acolita do vinho certo que, ao meu ver, deve ser um tinto jovem e leve, então meus amigos a coisa roça o deslumbramento.


O Alentejo e as sopas são uma fraternidade."
publicado por João Tunes às 00:16
link do post | favorito
De Joo a 3 de Março de 2004 às 16:11
Obrigado cara Poeta. Interessante a sua referência à emigração da Sopa da Panela para os Açores. Fica á atenção do Alentejanando pois a Sopa é dele! Verifiquei agora que tem dois blogues. Vou linkar tb este que nos traz excelente poesia. Saudação amiga.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. ESPANHA – GUERRA CIVIL

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (1...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (2...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (3...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (4...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (5...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (6...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (7...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (8...

.arquivos

. Setembro 2007

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds