Terça-feira, 2 de Março de 2004

AINDA O CARNAVAL

Brasil_turismo[1].jpg


Já falei dos meus sentimentos sobre o Carnaval. Quanto ao carnaval brasileiro, sabemos sobretudo aquilo que os estereótipos transmitem. Este ano, a grande novidade foi o Presidente Lula mandar distribuir gratuitamente dez milhões (!) de camisinhas para prevenir a difusão da SIDA, enquanto a Igreja Católica conseguia censurar carros alegóricos que falavam exactamente desse problema e da sua prevenção.

Para não ficar pelos estereótipos, desafiei a minha simpatiquíssima blogamiga Cathy (que também escreve admiravelmente bem) que transmitisse as suas impressões. Cathy não se fez rogada e respondeu prontamente:

"Um pouco sobre carnaval...

O meu amigo João, do blog Bota Acima, deu uma sugestão de um post sobre o carnaval, e eu vou procurar dizer um pouco do que vi e ouvi, sem pesquisas, apenas informações de uma simples brasileira.

O Brasil é um país que, desde sua origem, possui uma diversidade em todos os aspectos, inclusive na vivência cultural. Muitas coisas fazem parte da cultura brasileira, e não apenas o carnaval e o futebol. Até esses pontos que já foram mais forte em tempos passados, são assimilados de forma bastante diferenciada pelo povo brasileiro.

Especificando o carnaval, nós temos variações por região, e dentro de cada região onde a festa acontece, o comportamento não é uniforme.

Rio de Janeiro e São Paulo possuem uma força muito grande no desfile de escolas de samba, festas em clubes, alguns blocos, mas tudo isso concentrado em lugares específicos. É possível passar o carnaval em uma dessas cidades e nada ver da festa. Na maior parte dessas cidades reina a paz e a calmaria incomum nos dias úteis. Os interesses se distribuem em: alguns fogem para as praias – e as rodovias de saída dessas cidades ficam num verdadeiro caos; algumas pessoas ficam em casa vendo filme, estudando, dormindo, assistindo ao desfile, etc; e por fim o grupo dos que participam ativamente. Os participantes de escolas de samba passam o ano inteiro se preparando para o desfile, ora nos barracões fazendo as fantasias – essas são as pessoas que dedicam muito do seu tempo, pessoas da comunidade representada pela escola – ora nos locais onde fazem o “treinamento” – onde se concentram todos os sambistas para passar a noite sambando. A fantasia é vendida por preços bem elevados, quanto maior o destaque maior o preço. Há quem deixe de comprar algo de real necessidade para investir na fantasia. A fantasia vista de perto não justifica o preço, mas em conjunto na avenida faz total diferença.

Salvador é outra capital com uma força muito grande nessa festa, com o enfoque ao carnaval de rua. Em outros tempos já foi cantado “atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu” também “a praça Castro Alves é do povo, como o céu é do avião”. O trio elétrico é um carro de som com ou sem cantores em cima para animar o grupo que o segue, e é uma multidão que pula durante horas sem parar. A Praça Castro Alves é muito famosa por ser um ponto histórico na cidade de Salvador. No interior da Bahia existe uma variação, algumas cidades nem ouvem nada sobre o carnaval, em outras fazem o chamado “micareta” que é o carnaval fora da época. Isso vai depender das tendências políticas. Em época de eleição é comum o contecimento.

Algumas cidades do nordeste possuem algumas tradições folclóricas, como uma dança chamada frevo.

O carnaval também guarda em sua história bailes gays, sexo explícito, e muito dinheiro que escorrega para os bolsos dos que controlam alguns setores, mas isso já é outra história...

Meu carnaval se resume em “sombra e água fresca”."


Obrigado Cathy.
publicado por João Tunes às 23:41
link do post | favorito
De Cathy a 3 de Março de 2004 às 00:36
Eu é que sou grata. Fico muito feliz por saber que agradou. Tive o cuidado de pedir a opinião de um carioca que acompanhou o texto e aprovou. Assim vamos aprendendo um pouco daí, um pouco de cá... Isso é o melhor da vida: o compartilhar.
;)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. ESPANHA – GUERRA CIVIL

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (1...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (2...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (3...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (4...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (5...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (6...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (7...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (8...

.arquivos

. Setembro 2007

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds