Quinta-feira, 3 de Junho de 2004

AINDA SOBRE A PENA DE MORTE

ag.jpg

Sobre um post que coloquei sobre a “pena de morte” e que pretendeu ser uma réplica ao Mwerewolf do Acuso, o JPT do Ma-Scamba colocou um comentário fulminante:

“Contra a pena de morte em qualquer situação (excepto em algumas manhãs de particular mau-humor). Mas em total desacordo com a expressão "O problema é que, ao enforcarem Eichman, as vítimas israelitas ficaram iguais a Eichman": isso é a banalização do horror máximo. Nem toda a execução é genocídio. Francamente. Graduemos o mal, senão como poderá ele ser o Mal de maiúscula. E ainda totalmente contra o teor do post. Qual Saramago, há uns tempos, associar nazis e israelitas. Ele voltou atrás. Mais uma vez, graduemos o mal. Senão tudo no mesmo caldeirão nada se entende. Repito, francamente contra o teor do post.”

Não tenho a certeza de o ter entendido bem. Mas penso que percebi que ele distingue entre uma execução (acto singelo) e um genocídio (extermínio em massa), chamando a isso “graduação do mal”. Depois, acho que também entendi que o arrepia a associação entre “israelitas e nazis”.

Bem sei que é mal fadado tentar aplanar divergências expressas com tanta veemência (ou vontade dela). Mas como muito raramente apanho com opositores tão decididos e tão frontais, talvez valha a pena tentar. Que mais não seja pelo prazer diletante de tentar.

1) A distinção de penas de morte aplicadas a um sujeito isolado ou como objectivo genocida (etnia, orientação, ideologia, cor de pele, classe social, pertença) é uma distinção em termos de quantidade e de estratégia do extermínio. Mas a quantidade não altera, no meu ver, a natureza do acto. Matar é matar. Seja um indivíduo, seja uma classe, seja uma etnia. Matar um ou um milhão. Em qualquer dos casos, é infringir um “não poder” interdito por uma civilização que prezo.

2) O exercício de “não poderes” (matar, torturar, oprimir, humilhar) rebaixa a condição de quem os pratica. Se o alvo desse exercício for o pior dos pulhas humanos (e Eichman estava, efectivamente, no fim da escala), através dele, há um nivelamento e uma “igualdade”. Um carrasco transforma-se sempre em pior que a pior das suas vítimas. Tirar uma (uma que seja) vida humana é sempre um abuso de poder. Como dar uma bofetada numa criança. Ou passar uma rasteira a um coxo. Ou atropelar um peão se se poder evitar e mesmo que este esteja fora da passadeira.

3) Falei em “direita israelita”. Talvez devesse ter sido mais preciso e falado de “direita sionista”. Existe uma trágica simetria empática entre a “direita sionista” e o “anti-semitismo”. A “direita sionista” (Sharon, por exemplo) olha (e trata) os árabes e os palestinianos como os nazis olharam (e trataram) os judeus. Assim como os fundamentalistas islâmicos e os radicais palestinianos olham (e tratam) os judeus. Uns, e agora, “alimentam-se” de homens-bomba, outros imitam-nos (ou precedem-nos) com mísseis dirigidos a campos de refugiados cheios de população civil. Por isto mesmo, só acredito na solução do problema israelo-palestiniano quando, de um lado e do outro, assumirem lideranças as forças não radicais que existem em cada campo mas que desgraçadamente não são (ainda) suficientemente fortes. E o grande e trágico problema é que os radicais sionistas preferem que no campo palestiniano dominem os extremistas e vice-versa. E assim vão fechando ciclos de radicalidade que são pretexto para erupção radical no outro campo. Não vejo outra maneira de se sair daquela matança sem fim a não ser através da sua imposição pela comunidade internacional.

4) A execução de Eichman foi, antes do mais, uma exibição de força e de eficácia da Mossad. Obviamente que Eichman não devia escapar a espiar pelos seus crimes. Mas não creio que fosse esse o objectivo principal do espectáculo da prisão, sequestro, julgamento e execução de Eichman. Na minha interpretação, o que a “direita sionista” e a Mossad quiseram demonstrar, com Eichman, foi “quem se mete com os judeus, apanha”. E essa mensagem, na altura que ocorreu, obviamente que tinha destinatários bem definidos e contemporâneos – os que se opunham à existência e expansão do Estado de Israel. O enforcamento de Eichman foi uma forma simbólica de representarem o enforcamento de Arafat.

5) Andei na guerra. Não matei ninguém. Evitei que se matasse. Mas sei bem que o que “custa” é matar o “primeiro”. Passada esta fronteira, sobretudo se ela for coberta pela impunidade do pretexto da necessidade, os que se matam a seguir deixam de ser um problema de qualidade para ser apenas um problema (inferior) de quantidade. E o mais provável é que os mortos se transformem em troféus. Por isso, em termos de matar, convém nunca começar. Por isso, sou contra a pena de morte. Em qualquer circunstância. Sob qualquer pretexto. Em qualquer quantidade. E é assim que acho perigosa a ideia de graduar o mal. Porque, a meu ver, o mal é sempre Mal.

6) Não me guio por Mestres para escorar as minhas posições. Saramago não me impressiona nadinha. Raramente concordo com ele. Mais ou menos, as mesmíssimas raras vezes em que concordo com José Pacheco Pereira. E esse, como se sabe, é prior de outra freguesia. Que não a minha. Graças a Deus.
publicado por João Tunes às 01:51
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De craps pictures a 8 de Maio de 2005 às 03:39

Please check out the pages about poker card game (http://www.juris-net.com/poker-card-game.html) poker card game http://www.juris-net.com/poker-card-game.html (http://www.juris-net.com/poker-card-game.html)
free poker card game (http://www.juris-net.com/free-poker-card-game.html) free poker card game http://www.juris-net.com/free-poker-card-game.html (http://www.juris-net.com/free-poker-card-game.html)
casino niagra (http://www.juris-net.com/casino-niagra.html) casino niagra http://www.juris-net.com/casino-niagra.html (http://www.juris-net.com/casino-niagra.html)
agp slot (http://www.juris-net.com/agp-slot.html) agp slot http://www.juris-net.com/agp-slot.html (http://www.juris-net.com/agp-slot.html)
craps game (http://www.juris-net.com/craps-game.html) craps game http://www.juris-net.com/craps-game.html (http://www.juris-net.com/craps-game.html)
morango casino (http://www.juris-net.com/morango-casino.html) morango casino http://www.juris-net.com/morango-casino.html (http://www.juris-net.com/morango-casino.html)
legal online gambling uk (http://www.juris-net.com/legal-online-gambling-uk.html) legal online gambling uk http://www.juris-net.com/legal-online-gambling-uk.html (http://www.juris-net.com/legal-online-gambling-uk.html)
turnkey casino websites (http://www.juris-net.com/turnkey-casino-websites.html) turnkey casino websites http://www.juris-net.com/turnkey-casino-websites.html (http://www.juris-net.com/turnkey-casino-websites.html)
free casino slot (http://www.juris-net.com/free-casino-slot.html) free casino slot http://www.juris-net.com/free-casino-slot.html (http://www.juris-net.com/free-casino-slot.html)
blackjack tables for sale (http://www.juris-net.com/blackjack-tables-for-sale.html) blackjack tables for sale http://www.juris-net.com/blackjack-tables-for-sale.html (http://www.juris-net.com/blackjack-tables-for-sale.html)
gambling advice news (http://www.juris-net.com/gambling-advice-news.html) gambling advice news http://www.juris-net.com/gambling-advice-news.html (http://www.juris-net.com/gambling-advice-news.html)
shockwave blackjack (http://www.juris-net.com/shockwave-blackjack.html) shockwave blackjack http://www.juris-net.com/shockwave-blackjack.html (http://www.juris-net.com/shockwave-blackjack.html)
casino slot machines for sale (http://www.juris-net.com/casino-slot-machines-for-sale.html) casino slot machines for sale http://www.juris-net.com/casino-slot-machines-for-sale.html (http://www.juris-net.com/casino-slot-machines-for-sale.html)
online gambling site (http://www.juris-net.com/online-gambling-site.html) online gambling site http://www.juris-net.com/online-gambling-site.html (http://www.juris-net.com/online-gambling-site.html)
how to play slots (http://www.juris-net.com/how-to-play-slots.html) how to play slots http://www.juris-net.com/how-to-play-slots.html (http://www.juris-net.com/how-to-play-slots.html)
how do you play craps (http://www.juris-net.com/how-do-you-play-craps.html) how do you play craps http://www.juris-net.com/how-do-you-play-craps.html (http://www.juris-net.com/how-do-you-play-craps.html)
probability and gambling (http://www.juris-net.com/probability-and-gambling.html) probability and gambling http://www.juris-net.com/probability-and-gambling.html (http://www.juris-net.com/probability-and-gambling.html)
craps professor (http://www.juris-net.com/craps-professor.html) craps professor http://www.juris-net.com/craps-professor.html (http://www.juris-net.com/craps-professor.html)
statistics mathematics roulette (http://www.juris-net.com/statistics-mathematics-roulette.html) statistics mathematics roulette http://www.juris-net.com/statistics-mathematics-roulette.html (http://www.juris-net.com/statistics-mathematics-roulette.html)
mit students cheating at blackjack (http://www.juris-net.com/mit-students-cheating-at-blackjack.html) mit students cheating at blackjack http://www.juris-net.com/mit-students-cheating-at-blackjack.html (http://www.juris-net.com/mit-students-cheating-at-blackjack.html)
how to cheat at blackjack (http://www.juris-net.com/how-to-cheat-at-blackjack.html) how to cheat at blackjack http://www.juris-net.com/how-to-cheat-at-blackjack.html (http://www.juris-net.com/how-to-cheat-at-blackjack.html)
play on line blackjack for free (http://www.juris-net.com/play-on-line-blackjack-for-free.html) play on line blackjack for free http://www.juris-net.com/play-on-line-blackjack-for-free.html (http://www.juris-net.com/play-on-line-blackjack-for-free.html)
entertainment blackjack (http://www.juris-net.com/entertainment-blackjack.html) entertainment blackjack http://www.juris-net.com/entertainment-blackjack.html (http://www.juris-net.com/entertainment-blackjack.html)
roulette patterns (http://www.juris-net.com/roulette-patterns.html) roulette patterns http://www.juris-net.com/roulette-patterns.html (http://www.juris-net.com/roulette-patterns.html)
blackjacks and texas (http://www.juris-net.com/blackjacks-and-texas.html) blackjacks and texas http://www.juris-net.com/blackjacks-and-texas.html (http://www.juris-net.com/blackjacks-and-texas.html)
craps photos (http://www.juris-net.com/craps-photos.html) craps photos http://www.juris-net.com/craps-photos.html (http://www.juris-net.com/craps-photos.html)
free craps game downloads (http://www.juris-net.com/free-craps-game-downloads.html) free craps game downloads http://www.juris-net.com/free-craps-game-downloads.html (http://www.juris-net.com/free-craps-game-downloads.html)
free craps online (http://www.juris-net.com/free-craps-online.html) free craps online http://www.juris-net.com/free-craps-online.html (http://www.juris-net.com/free-craps-online.html)
keno or (http://www.juris-net.com/keno-or.html) keno or http://www.juris-net.com/keno-or.html (http://www.juris-net.com/keno-or.html)
video keno download (http://www.juris-net.com/video-keno-download.html) video keno download http://www.juris-net.com/video-keno-download.html (http://www.juris-net.com/video-keno-download.html)
flat bet recovery system roulette (http://www.juris-net.com/flat-bet-recovery-system-roulette.html) flat bet recovery system roulette http://www.juris-net.com/flat-bet-recovery-system-roulette.html (http://www.juris-net.com/flat-bet-recovery-system-roulette.html)
keno und lotto (http://www.juris-net.com/keno-und-lotto.html) keno und lotto http://www.juris-net.com/keno-und-lotto.html (http://www.juris-net.com/keno-und-lotto.html)
pc black jack games (http://www.juris-net.com/pc-black-jack-games.html) pc black jack games http://www.juris-net.com/pc-black-jack-games.html (http://www.juris-net.com/pc-black-jack-games.html)
roulette system wins (http://www.juris-net.com/roulette-system-wins.html) roulette system wins http://www.juris-net.com/roulette-system-wins.html (http://www.juris-net.com/roulette-system-wins.html)
keno video games (http://www.juris-net.com/keno-video-games.html) keno video games http://www.juris-net.com/keno-video-games.html (http://www.juris-net.com/keno-video-games.html)
...



De Joo a 3 de Junho de 2004 às 12:16
Caros Carlos e Werewolf,levaram a discussão para o cenário de guerra. Muito bem, é um ângulo particular da questão. Dá para pensar e a ele irei. No entanto, do que até agora se falava foi da pena de morte como penalização de Justiça(tudo começou com Eichman que foi enforcado em resultado de um julgamento). Pelos vistos, aqui estamos entendidos e o tema está esgotado para já. Quanto à guerra, matar em guerra, lá irei se me permitirem.


De Joo a 3 de Junho de 2004 às 12:07
Caro JPT, vai-me desculpar mas agarrar-se à história dos "priores" (o galhardete foi apenas para troca do que pareceu uma alfinetada sua) como amuo parece apenas não querer discutir (ou burilar) o assunto. Respeito isso. Só lamento porque a discussão de fundo me parecia que estava interessante e tinha pano para mangas. Mas como tenho que me aguentar com os meus próprios amuos, não chegando para as encomendas, tenho que deixar os outros entregues aos seus. Paciência. Obrigado por me dar o prazer de continuar com a sua companhia. E quando quiser voltar à fala, não hesite porque não incomoda nada.


De Werewolf a 3 de Junho de 2004 às 09:40
Meus amigos andamos aqui de prior em prior o que não nos leva a lado nenhum. É evidente que quem quer que seja o prior, da minha (ou nosso), ou outra qualquer freguesia, concordamos ou discordamos conforme a sua análise é coincidente com a nossa. É certo que concordamos mais com uns do que com outros, mas o que interessa é que com a opinião dos outros vamos formando a nossa e não que a nossa seja um simples eco de gurus. Uf!
Quanto à pena de morte sou contra, já o disse. Tive um desabafo, em relação ao caso Eichman, em que dúvidei da minha própria racionalidade, porque a enormidade dos crimes cometidos pelos nazis, e não só, são de tal ordem que é difícil manter a racionalidade sem ceder às emoções. Não analisei a acção Mossad nem a extrema-direita sionista, dei simplesmente um grito, um grito de alívio e simultaneamente um de impotência em gerir a minha opção (princípios) em relação à dimensão do facínora. Sou contra a pena de morte, mas o que quis dizer com o meu artigo é que tenho dúvidas é que se tivesse vivido na época e, em pleno teatro de guerra, me cruzasse co Eichmann, embora nunca tivesse disparado um único tiro, se o não faria nessa situação. Quem me poderia condenar por tal acto? Só a minha consciência quando caísse de novo em mim, porque por princípio sou contra a pena de morte.
Concordando e discordando um abraço a ambos.


De jpt a 3 de Junho de 2004 às 08:32
ó João Tunes há aí algum fel que me pareceria desnecessário. Totalmente. Fica no condicional, porque cada um como cada qual. Saramago realmente fez a comparação (há cerca de um ano? não lembro bem) e recuou. Chamei-o como exemplo conhecido de alguém que explicitou uma posição que me pareceu parecida da expressa no seu post. Não como prior de nenhuma freguesia. (e que o fosse, nada tenho contra o homem, até dívida de gratidão lhe tenho. E respeito pelo uso determinado da sua cidadania, o qual convive perfeitamente com discordâncias quanto a algumas ideias ou atitudes). Daí a atirar-me com outros "priores" acho deselegante, cá no meu canto. Já aqui expressei concordância com o JPP, e admiração. Não é prior, apenas concordei por vezes, com a acutilância ou análise. (e já agora tive-o como professor há quase 20 anos, e era absolutamente soberbo). Acho deselegante. E desnecessário. Também por aqui expressei concordância com o JT (até mais vezes) e não me parece que o Bota Alta seja prior de machamba, pelo menos desta.
Quanto ao teor do post e sua resposta ao meu comentário pois perde relevância, ainda que outras coisas houvesse a discutir. Ou a burilar. Porque fica entendido o recado. Continuo leitor diário (até várias vezes). Com gosto. Mas deixo de incomodar. Ora porra.
Keep Walking.


De Carlos a 3 de Junho de 2004 às 02:10
Também sou contra a pena de morte. Mas 'entendo' o acto militar e a inevitabilidade de vítimas civis no mesmo.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. ESPANHA – GUERRA CIVIL

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (1...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (2...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (3...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (4...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (5...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (6...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (7...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (8...

.arquivos

. Setembro 2007

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds