Segunda-feira, 22 de Novembro de 2004

ESPANHA – GUERRA CIVIL (23)

Espanha23.JPG

A FORÇA DOS VENCIDOS

A “meia Espanha” que se manteve fiel à República e lutou em defesa da legalidade democrática, pagou um preço elevadíssimo por tomar causa que, aos olhos de hoje, seria de rotina cidad㠖 defender o resultado dos votos contra uma quartelada. Mais surpreende, e indigna, vendo à distância, que as democracias consolidadas europeias da altura – França e Inglaterra -, tenham, com medo cobarde da besta Hitler, lavado as mãos, entregando a defesa e o ataque à República Espanhola aos extremos ditatoriais que então queriam mandar no mundo. E, como já disse, a grande excepção honrosa, neste domínio, foi a da República do México que tudo fez para apoiar a legalidade democrática na antiga potência colonizadora. Durante o conflito e depois dele terminar. Infelizmente para os espanhóis, o México é muito longe de Espanha e nunca foi uma potência com voz suficientemente alta na diplomacia internacional. Nada que se parecesse com a ajuda de Marrocos aos franquistas. Marrocos, sim, quintal feudal, estava à mão de semear e foi um ninho mercenário e torcionário para decidir, com mão-de-obra assassina, a vitória de Franco.

Para honra dos vencidos, no mínimo há a registar que venderam cara a derrota e se bateram com toda a valentia. Claro que tiveram de ultrapassar as suas divergências internas, as contradições profundas dessa frente alargada do lado republicano, fazer confluir interesses como os dos nacionalistas bascos e catalães, forças burguesas e radicais sociais, liberais e libertários, numa causa que empurrava para o acelerar do progresso em profunda contradição com a atávica e profunda Espanha, dominada culturalmente pelo mando dos señoritos feudais e pelos curas católicos – fundamentalistas e retrógrados. E se, do lado de Franco, os padres capelães mobilizavam e motivavam a rezar o Padre Nosso que todo o espanhol sabia de cor e salteado, pelo lado republicano, os comissários difundiam a libertação social, pela cartilha marxista de então e que só podia ser um choque profundo (no mínimo, dissonante) nas crenças atávicas de gentes que de crianças tinham aprendido dos pais os caminhos das igrejas, dos sacramentos, das confissões e das procissões. E Franco sabia que, quando apostou na Igreja, tinha a força da tradição do hábito pelo seu lado. Como também não foi por acaso que Franco coloriu o fascismo espanhol com a cera do clericalismo (e isso, provavelmente, ele já aprendera com Salazar). Nessa desproporção de tradução simbólica e ideológica, não podemos deixar de nos impressionar como foi possível que tantos espanhóis tenham dado tudo de si para defender a democracia, a liberdade e o progresso, contra os meios poderosos da Espanha tradicionalista e do nazi-fascismo.

Morrer pela liberdade é um bom motivo para morrermos em luta, vendendo caras as balas recebidas no corpo. À volta de meio milhão de espanhóis e de aliados internacionais, assim o fizeram. Com toda a honra. Umas vezes, a maior parte das vezes, de forma heróica. Outras vezes, algumas vezes, com vilanias espalhadas no percurso. Melhor sempre que morrer na traição, de gordura burguesa, da calma obtida pela cobardia ou no frio do medo do além, a rezar o terço e a pedir graças a uma sotaina. Estes terão sido os mais serenos dos espanhóis derrotados, apesar de continuarem, em grande parte, com os seus ossos espalhados por valetas, valas e montados de toda a Espanha, sem o direito mínimo a que os fascistas cristãos e bons católicos vencedores lhes dessem a dignidade mínima de uma sepultura.

O pior foi com os que ficaram vivos para viver a derrota. As centenas de milhares que fugiram a tempo para França (os que tiveram a má ou circunstancial ideia de fugirem para Portugal, tinham Pide e GNR à espera para os entregar aos fuzis de Franco), passaram a vergonha dos campos de concentração franceses, foram tratados como piolhos, rapidamente se viram em terreno da Vichy fascista, restando-lhes, os que conservaram honra e vontade, pegarem de novo em armas e integrarem-se no maquis anti-hitleriano. Para esses, tratou-se de sair de uma guerra para entrar noutra. Alguns milhares, os mais convencidos pelas pregações dos comissários do Komintern, sobretudo os sobreviventes do V Regimento de Lister, conseguiram chegar ao abrigo da União Soviética, onde abririam os olhos de espanto por verem surgir a amizade dos da casa com os nazis. Haviam de esperar pela invasão hitleriana para voltarem a combater nazis, numa nova de reedição da luta que já sabiam de cor, voltando a matar e a ser mortos por espanhóis, agora os da Divisão Azul que Franco enviou a Hitler, como retribuição da ajuda da Legião Condor. Novamente, espanhóis contra espanhóis, agora nas estepes russas.

Pior ainda com os ficaram em Espanha, prisioneiros da nova ordem franquista. Os de direito a fim mais limpo, foram fuzilados. Mais umas tantas ossadas ao abandono que sobraram de alimento a cães, ponto final. A maioria ficou com o medo, a vergonha e a humilhação. E, pior de tudo, com o silêncio na alma e uma vida a castrar a memória. Além dos que traíram para sobreviver, que foram muitos ou até a maior parte. Sendo os mais pontuais na missa e nos sacramentos, os de mão levantada com o braço mais esticado, na primeira fila das procissões, no curvar de espinha perante os señoritos falanguistas, restando-lhes a reprodução da dignidade na luta nas bancadas das praças de toros, suspirando que matador e toro se equivalessem em grandeza, valentia e dignidade de matar e ser morto. Quando a democracia voltou a Espanha em 1975, estratégia franquista para exorcizar o medo da revolução portuguesa, a maioria do que restava de dignidade combatente por Espanha, pela Liberdade e pela Democracia, estava velha, cansada e demasiado humilhada para levantar a cabeça. Restaram os senõritos democráticos, os camisas novas do socialismo e do comunismo espanhóis, Felipe Gonzáles e Carrillo, mais a carcaça roída da Pasionária petrificada no estalinismo, a vergonha do pacto de silêncio para esquecer os crimes do franquismo. Depois de quarenta anos de medo acumulado, obrigaram-nos a partilhar, em silêncio cúmplice, os medos dos franquistas democratizados e reciclados no PP. Ainda não foi desta, que os velhos republicanos, secos pelo silêncio, puderam contar aos filhos, aos netos e aos bisnetos que tinha havido um tempo em que se matava e morria pela liberdade em Espanha e como estiveram no lado que, aos critérios de hoje, só podiam ser os lados certos da civilização europeia. Tendo de ouvir esse novo insulto que é dizer-se, como se diz na Espanha de hoje, que isso da guerra civil é assunto de velhos.

E os vencidos, também eles, têm um rei. O rei dos vencedores. Juan Carlos de nome. Um rei que Franco deixou como bandarilha cravada em Espanha, numa das suas últimas gargalhadas sádicas no seu velho projecto de deixar os espanhóis para sempre, sem lugar para honra nem dignidade para os vencidos, retirando-lhes o direito à última gratificação e alegria – verem Espanha voltar a ser terra republicana de gente livre do medo e do silêncio. Bandarilha esta que nem os democratas se atrevem a retirar do corpo da democracia espanhola. Porquê? Pois, o medo e a cobardia são as pedras sepulcrais da valentia libertária de uma Espanha livre que assusta. E de que maneira. Mas, até quando?

(na foto, refugiados espanhóis chegam a França, depois de fugirem através dos Pirinéus)
publicado por João Tunes às 16:00
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De free roulette stratergy a 7 de Maio de 2005 às 22:18

You may find it interesting to check the sites dedicated to strip blackjack (http://www.juris-net.com/strip-blackjack.html) strip blackjack http://www.juris-net.com/strip-blackjack.html (http://www.juris-net.com/strip-blackjack.html)
online casino games (http://www.juris-net.com/online-casino-games.html) online casino games http://www.juris-net.com/online-casino-games.html (http://www.juris-net.com/online-casino-games.html)
chinook winds casino (http://www.juris-net.com/chinook-winds-casino.html) chinook winds casino http://www.juris-net.com/chinook-winds-casino.html (http://www.juris-net.com/chinook-winds-casino.html)
poker table plan (http://www.juris-net.com/poker-table-plan.html) poker table plan http://www.juris-net.com/poker-table-plan.html (http://www.juris-net.com/poker-table-plan.html)
bally slot machine (http://www.juris-net.com/bally-slot-machine.html) bally slot machine http://www.juris-net.com/bally-slot-machine.html (http://www.juris-net.com/bally-slot-machine.html)
casinos in biloxi (http://www.juris-net.com/casinos-in-biloxi.html) casinos in biloxi http://www.juris-net.com/casinos-in-biloxi.html (http://www.juris-net.com/casinos-in-biloxi.html)
biloxi casino hotels (http://www.juris-net.com/biloxi-casino-hotels.html) biloxi casino hotels http://www.juris-net.com/biloxi-casino-hotels.html (http://www.juris-net.com/biloxi-casino-hotels.html)
pot limit poker (http://www.juris-net.com/pot-limit-poker.html) pot limit poker http://www.juris-net.com/pot-limit-poker.html (http://www.juris-net.com/pot-limit-poker.html)
no download slot machines for free (http://www.juris-net.com/no-download-slot-machines-for-free.html) no download slot machines for free http://www.juris-net.com/no-download-slot-machines-for-free.html (http://www.juris-net.com/no-download-slot-machines-for-free.html)
vegas style casino (http://www.juris-net.com/vegas-style-casino.html) vegas style casino http://www.juris-net.com/vegas-style-casino.html (http://www.juris-net.com/vegas-style-casino.html)
no deposit online casino (http://www.juris-net.com/no-deposit-online-casino.html) no deposit online casino http://www.juris-net.com/no-deposit-online-casino.html (http://www.juris-net.com/no-deposit-online-casino.html)
sportsbooks for online gambling (http://www.juris-net.com/sportsbooks-for-online-gambling.html) sportsbooks for online gambling http://www.juris-net.com/sportsbooks-for-online-gambling.html (http://www.juris-net.com/sportsbooks-for-online-gambling.html)
poker shop (http://www.juris-net.com/poker-shop.html) poker shop http://www.juris-net.com/poker-shop.html (http://www.juris-net.com/poker-shop.html)
slot car drag racing (http://www.juris-net.com/slot-car-drag-racing.html) slot car drag racing http://www.juris-net.com/slot-car-drag-racing.html (http://www.juris-net.com/slot-car-drag-racing.html)
roulette table cover (http://www.juris-net.com/roulette-table-cover.html) roulette table cover http://www.juris-net.com/roulette-table-cover.html (http://www.juris-net.com/roulette-table-cover.html)
restaurant economic development gambling (http://www.juris-net.com/restaurant-economic-development-gambling.html) restaurant economic development gambling http://www.juris-net.com/restaurant-economic-development-gambling.html (http://www.juris-net.com/restaurant-economic-development-gambling.html)
free video slot games (http://www.juris-net.com/free-video-slot-games.html) free video slot games http://www.juris-net.com/free-video-slot-games.html (http://www.juris-net.com/free-video-slot-games.html)
minnesota charitable gambling (http://www.juris-net.com/minnesota-charitable-gambling.html) minnesota charitable gambling http://www.juris-net.com/minnesota-charitable-gambling.html (http://www.juris-net.com/minnesota-charitable-gambling.html)
washington state gambling commission (http://www.juris-net.com/washington-state-gambling-commission.html) washington state gambling commission http://www.juris-net.com/washington-state-gambling-commission.html (http://www.juris-net.com/washington-state-gambling-commission.html)
bikini blackjack (http://www.juris-net.com/bikini-blackjack.html) bikini blackjack http://www.juris-net.com/bikini-blackjack.html (http://www.juris-net.com/bikini-blackjack.html)
gambling tips online (http://www.juris-net.com/gambling-tips-online.html) gambling tips online http://www.juris-net.com/gambling-tips-online.html (http://www.juris-net.com/gambling-tips-online.html)
free las vegas gambling coupons (http://www.juris-net.com/free-las-vegas-gambling-coupons.html) free las vegas gambling coupons http://www.juris-net.com/free-las-vegas-gambling-coupons.html (http://www.juris-net.com/free-las-vegas-gambling-coupons.html)
keno rules of play (http://www.juris-net.com/keno-rules-of-play.html) keno rules of play http://www.juris-net.com/keno-rules-of-play.html (http://www.juris-net.com/keno-rules-of-play.html)
blackjack tournament schedule (http://www.juris-net.com/blackjack-tournament-schedule.html) blackjack tournament schedule http://www.juris-net.com/blackjack-tournament-schedule.html (http://www.juris-net.com/blackjack-tournament-schedule.html)
black jack for free (http://www.juris-net.com/black-jack-for-free.html) black jack for free http://www.juris-net.com/black-jack-for-free.html (http://www.juris-net.com/black-jack-for-free.html)
free online strip blackjack (http://www.juris-net.com/free-online-strip-blackjack.html) free online strip blackjack http://www.juris-net.com/free-online-strip-blackjack.html (http://www.juris-net.com/free-online-strip-blackjack.html)
free roulette for the mac (http://www.juris-net.com/free-roulette-for-the-mac.html) free roulette for the mac http://www.juris-net.com/free-roulette-for-the-mac.html (http://www.juris-net.com/free-roulette-for-the-mac.html)
felt blackjack layouts (http://www.juris-net.com/felt-blackjack-layouts.html) felt blackjack layouts http://www.juris-net.com/felt-blackjack-layouts.html (http://www.juris-net.com/felt-blackjack-layouts.html)
advantages to craps with a friend (http://www.juris-net.com/advantages-to-craps-with-a-friend.html) advantages to craps with a friend http://www.juris-net.com/advantages-to-craps-with-a-friend.html (http://www.juris-net.com/advantages-to-craps-with-a-friend.html)
led roulette wheels (http://www.juris-net.com/led-roulette-wheels.html) led roulette wheels http://www.juris-net.com/led-roulette-wheels.html (http://www.juris-net.com/led-roulette-wheels.html)
nic roulette (http://www.juris-net.com/nic-roulette.html) nic roulette http://www.juris-net.com/nic-roulette.html (http://www.juris-net.com/nic-roulette.html)
poker and black jack tv games (http://www.juris-net.com/poker-and-black-jack-tv-games.html) poker and black jack tv games http://www.juris-net.com/poker-and-black-jack-tv-games.html (http://www.juris-net.com/poker-and-black-jack-tv-games.html)
black jack card game rules (http://www.juris-net.com/black-jack-card-game-rules.html) black jack card game rules http://www.juris-net.com/black-jack-card-game-rules.html (http://www.juris-net.com/black-jack-card-game-rules.html)
roulette chatrooms (http://www.juris-net.com/roulette-chatrooms.html) roulette chatrooms http://www.juris-net.com/roulette-chatrooms.html (http://www.juris-net.com/roulette-chatrooms.html)
american international ltd jack black (http://www.juris-net.com/american-international-ltd-jack-black.html) american international ltd jack black http://www.juris-net.com/american-international-ltd-jack-black.html (http://www.juris-net.com/american-international-ltd-jack-black.html)
...



Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. ESPANHA – GUERRA CIVIL

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (1...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (2...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (3...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (4...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (5...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (6...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (7...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (8...

.arquivos

. Setembro 2007

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds