Domingo, 15 de Fevereiro de 2004

FADO DO BEATO

Pois dona eulália eu não lhe disse que aquela festa no beato ia ser uma coisa linda de se ver e um regalo de gente importante junta e bastava ver os nomes deles mais os cargos importantes que eles têm e ainda os propósitos que anunciaram na televisão que são para a gente ver se nos livramos dos espanhóis levando-os à certa a fingir de que não temos medo nenhum deles e arranjar-se mas é maneira de nos livramos das greves e dos sindicalistas que não interessam nem ao menino jesus e enxotar-se a esquerdalhada das empresas que só sabem pedir aumentos de ordenado como se não estivéssemos em crise e ainda andarmos com a tanga que o guterres nos agarrou ao rabo e a dona eulália desculpe eu estar a falar assim mas cada vez que me lembro que este país foi governado pela escumalha dos socialistas até me sobem os suores por mim acima e a boca me foge para dizer umas coisas que não são bem educadas de todo mas temos de desabafar porque se não desabafamos então não conseguimos aguentar esta crise que os socialistas nos deixaram como herança e que o pobre do governo por muito que tente não nos consegue livrar e até que eu sempre pensei que num ano a gente conseguia recompor as finanças e pelos vistos o mal que os socialistas fizeram foi tanto que da crise não nos livramos tão cedo e por isso é que foi importante virem estes gestores todos e coitados a perderem um dia de trabalho com tanto trabalho que eles têm e aqueles negócios todos para fazerem porque se eles não fazem negócio como é que o país anda para a frente e se arranja trabalho para os moços e as moças que saem das universidades que até já andam para aí a servirem de caixas nos supermercados e até contra esta mocidade os socialistas nos desgovernaram pois para lixarem a juventude até não queriam deixar abrir mais hipermercados como se eles fossem demais e sem mais hipermercados como é que os licenciados podem encontrar trabalho diga-me lá e voltando ao beato achei aquilo uma festa linda linda com todos arrumadinhos e bem postos e não sei se reparou mas a mim o que mais me impressionou foi ver aqueles sapatos todos engraxadinhos e a brilharem para a televisão mas até que eles não estiveram lá por vaidade nem para aparecerem na televisão porque se fartaram de trabalhar e de terem ideias inteligentes sobre como endireitar o país que bem precisa desde que o guterres nos levou à bancarrota e gostei sobretudo daquela de poderem despedir mais porque eles é que sabem o que sofrem nas empresas para as endireitarem e depois os mandriões que só lá andam para receber os ordenados e trabalhar está quieto mas olhe que aquilo entre muitas coisas serviu para mostrar que afinal temos gestores bem giraços e de boas famílias que não devem nada aos espanhóis e nós nem sequer temos monarquia e se eles com o rei e a rainha mais o príncipe não têm gestores mais bonitões que os nossos e não sei se reparou no mais giro de todos que é aquele que manda nas bombas de gasolina e vai a quase todos os debates da televisão mas não é do gordo que eu estou a falar porque esse tem mais ar de betoneira que de outra coisa e não risca nada e deve lá estar só para papar almoços eu estou é a falar daquele muito elegante e bonito assim de óculos fininhos e todo bem penteado que agora me passou o nome mas daqui a pouco já me lembro e sendo assim porque é que nós havemos de ter complexos e medo de concorrer com a espanholada e se formos a ver os nossos gestores até têm cartões de crédito com mais dinheiro para gastos de representação ou lá o que é que os espanhóis e melhores automóveis que eles e secretárias mais jeitosas que as deles o que até não é difícil porque as espanholitas são umas magricelas que só sabem usar água de colónia ordinária daquela que elas compram em garrafões de cinco litros que eu até ouvi dizer que elas nem se lavam e aqui para nós que ninguém nos ouve até lhe conto que uma vizinha minha que vai lá visitar muitas vezes o filho que é jogador da terceira divisão espanhola me disse que elas não se lavam nem por cima nem por baixo e só se encharcam é no álcool perfumado como se já não lhes bastasse o álcool que elas emborcam quando saem dos empregos e se metem nos bares a beber copos e a fumar e os maridos e os filhos que esperem pelo jantar e assim dona Eulália eu só lhe digo que o partido que formaram no beato é que nos vai salvar e olhe que eu falo por mim mas o meu voto é que não lhe vai faltar porque com toda a franqueza não vejo outra maneira de correrem com os mandriões dos empregos e fazerem mais hipermercados para se arranjarem postos de trabalhos para os licenciados e os socialistas nunca mais nos governarem e os sindicalistas entrarem nos eixos e não pensarem mais em greves que só atrasam o país e dão dores de cabeça aos pobres dos gestores como se eles não tivessem com que se ralarem e até tiveram de formar um partido senão isto não andava para a frente e mais dia menos dia vão ter de ir para o governo para meterem o país na ordem e podermos passar à frente dos espanhóis.
publicado por João Tunes às 01:06
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Joo a 16 de Fevereiro de 2004 às 12:40
Obrigado Pedro. E a guidinha promete voltar. Abraço.


De Pedro a 15 de Fevereiro de 2004 às 23:07
Bravo, compañero.
Aquele abraço


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. ESPANHA – GUERRA CIVIL

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (1...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (2...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (3...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (4...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (5...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (6...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (7...

. ESPANHA – GUERRA CIVIL (8...

.arquivos

. Setembro 2007

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds